Então, você que resolveu encarar essa viagem, que é maravilhosa, seguem dicas importantes.

Lista de providências antes viagem:

  1. Passaporte (validade mínima de 6 meses) – passo a passo para tirar o passaporte clique aqui.
  2. Seguro Viagem – Se fizer conexão em algum país da Europa é necessário o seguro. A sugestão é que escolha a opção Mundo.
  3. Certificado da Vacina contra Febre Amarela – Em qualquer posto de saúde você toma, mas é necessário tirar seu cartão internacional pela Anvisa. Clique aqui para mais informações.
  4. Dinheiro – A moeda lá é o Bath. O ideal é que leve dólares para a troca. Se quiser converter, deixo abaixo um conversor de moedas. Se quiser usar sigla, a do Bath é THB e do Real – BRL.
  5. Cartões de Crédito – São aceitos, porém cobram uma taxa que varia em até 7%, e ainda tem o IOF do nosso país, portanto, acho que a opção dinheiro é melhor.

 

Agora algumas dicas bem importantes do país:

– A Tailândia tem uma política bem severa em relação às drogas. Se você for pego com drogas, será preso.

– A alta temporada é de novembro a março. Essa época é considerada “inverno”, mas só significa que quase não chove e é menos quente que no restante do ano.

– Verifique se não está indo na época de chuvas, pois alguns lugares chegam a fechar os hotéis por causa das monções. A costa de Phuket/Krabi/Railay/Koh Phi Phi/Koh Lanta tem chuvas entre abril e outubro, já a costa de Koh Samui/Koh Panghan/Koh Tao tem mais chuvas entre outubro a dezembro.

– Brasileiros não precisam de visto para entrar na Tailândia. Ele é concedido “on arrival” (na chegada) e brasileiros ganham 90 dias para permanecer no país se entrarem pelos aeroportos. Europeus ganham só 30 dias se entrarem pelos aeroportos e 15 se entrarem via terrestre. Fique ligado na data de expiração do seu visto, pois se sair do país depois do prazo, vai ter que pagar uma multa.

– O certificado internacional de vacina de febre amarela é exigido na chegada. Tenha esse certificado em mãos e passe no posto de saúde do aeroporto  para preencher uns papéis, antes de entrar na fila da imigração. Essa vacina tem que ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem.

– A moeda oficial do país é o Baht.

– Cartões de crédito e débito são aceitos, mas na maioria dos lugares é cobrada uma taxa adicional de 3 a 7% para o pagamento. Ou seja, é mais vantajoso pagar em dinheiro.

– De maneira geral, as pessoas que lidam com o turista falam um inglês intermediário. É possível se virar falando inglês.

– É um país budista e para visitar os templos sagrados, deve-se vestir de maneira respeitosa. Ombros e joelhos devem estar cobertos e, no caso das mulheres, calças legging não são aceitas por serem muito justas.

– Tudo é barganhado por lá. Nos principais pontos turísticos, depois de muita negociação, é possível chegar a um valor 5 vezes menor do que o oferecido primeiramente pelo vendedor. Ajuda bastante se você falar que é brasileiro.

Contatos importantes

Não importa para onde você vá, sempre leve consigo o endereço e o telefone da Embaixada do Brasil. No caso da Tailândia é esse aqui:

Embaixada Brasileira em Bangkok,
Representa o Brasil na Tailândia, Camboja e Laos.
Telefones: 02-679-8567 / 02-679-8568 / 02-285-6080 (para atendimentos cotidianos).
Em caso de emergência, ligue para 081-906-4238.
Email: consular@brazilembassy.or.th

Aproveitando o Post….

Como é um país bem distante do Brasil e você irá demorar e muito para chegar, há quem aproveite e queira conhecer o Vietnã e Camboja.

Os brasileiros precisam de visto para entrar no Vietnã. Segue o site para solicitar o visto. https://www.vistovietnam.com/

É possível também ir pessoalmente ao consulado com o passaporte, o formulário preenchido e o comprovante de depósito da taxa e 5 dias depois, tudo pronto! Consulado fica em Brasília.

Para Camboja: O Camboja é um dos países que brasileiros precisam tirar o visto antecipadamente para entrar. Contudo, não há serviço consular no Brasil. Para ter o visto, até três dias úteis antes da data de chegada, é preciso fazer diretamente no site oficial do governo do Camboja (https://www.evisa.gov.kh/) e o visto de turismo vale por 30 dias.

Não preciso nem dizer que passaporte, vacina contra febre amarela, dinheiro e seguro viagem são necessários né?

Fonte: Visto Vietnam / Evisa – Camboja / Consulado da Thailandia

One thought on “O que você precisa saber antes de embarcar para a Thailândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *