Planejar uma viagem à Europa é sem dúvidas planejar uma mudança em você! Isso mesmo, ninguém volta de uma viagem da mesma forma que embarcou. Viajar é transformador e viajar para Europa é intensamente transformador.

Foram 15 dias, 5 países, 20 cidades, historias incríveis, pessoas inesquecíveis e uma experiência impagável. Viver tudo isso exige um planejamento prévio que é tão excitante quanto à viagem em si. E foi assim que eu me senti pelos 12 meses em que planejei cada passo dessa viagem. A viagem dos sonhos, que me levaria a lugares que sonhei e me faria voltar sonhando ainda mais, e foi exatamente assim. Filosofias e sentimentos a parte (nem tanto), quero dividir com vocês neste post o máximo de dicas, histórias e experiências. Tudo isso para que vocês também vivam essa experiência, não importa qual o SEU destino dos sonhos, quão longe ou difícil ele seja para você hoje… Você precisa sonhar, trabalhar, planejar e VOAR!

Vamos decolar?!

FOTO VOO TAP
Aeroporto de Lisboa

Primeira vez na Europa, sozinha com inglês médio! Vamos deixar isso mais receptivo?! Procurei empresas que trabalham com circuitos de viagem, isso mesmo, aqueles em que você vai sozinho e acaba fazendo tudo com um monte de gente que você até então não conhece e viram seus melhores amigos naquela semana! Fechei com a Lusanova (Parceira ECOS) um roteiro que eles chamam de Paris e Países baixos, que seriam Holanda e Bélgica.  Roteiro inicial encontrado, hora de mudar as passagens (Sim mudar. Pois havia comprado passagens para outro tipo de viagem. Mas essa é outra historia, outro post) e aqui vai a dica para começar sua Eurotrip; compre passagem entrando por um país e saindo por outro! Você ganha tempo e economiza em não ter que voltar do último destino para o começo só para voltar para casa. Meu roteiro começou na Holanda, e meu vôo da TAP saiu de Brasília no dia 22/01 ás 18h fez uma conexão em Lisboa e seguiu para Amsterdam.

Falarei em outros posts sobre cada lugar de forma mais detalhada, este é apenas uma lista geral, de tudo que é possível ver em 8 dias. Minha viagem durou 15. Mas os outros dias o formato da viagem foi diferente. Conto depois.

O roteiro começou em Amsterdam no dia 23/01. Além de Amsterdam visitamos na Holanda mais  5 cidades, Voledam, Mark, La Haya, Delf, Rotterdam e um parque em miniatura chamado Madurodam que tem uma mini Amsterdam de impressionar. Ficamos na Holanda de 23 a 25/01.

Valeu a pena cada uma das cidades visitadas, Amsterdam com a sua pluralidade e agitação, onde você respira liberdade em todos os cantos! As demais cidades te levam a uma aula de história in loco, a cenários românticos e cinematográficos e alguns deles bem gelado.

Canais de Amsterdam.
Canais de Amsterdam.

Saímos da Holanda rumo a Bélgica no final do dia 25/01! Nossa primeira parada foi a linda e romântica cidade de Brugges, é linda mesmo!!!!

Precisa de legenda para tanta beleza?!
Precisa de legenda para tanta beleza?!

Romantismo em todos os cantos! Luzes, arquitetura e sabores preparados para que você saia de lá transbordando de amor, ainda que esteja sozinha você vai sair de lá querendo voltar com alguém especial.

 

Na Bélgica visitamos também a cidade de Gante, onde conhecemos mais da arquitetura gótica e começamos a provar alguns dos deliciosos chocolates belgas. Enfim seguimos para Bruxelas, que em minha opinião foi à cidade mais badala do roteiro, Bruxelas é agito, é gente bonita, é pluralidade. Mais de 500 rótulos de cerveja, te desafio a conseguir provar mais de 6 sem ficar digamos, alegre.

Degustação de cervejas Belgas - Delirium PUB Brussels
Degustação de cervejas Belgas – Delirium PUB Brussels

O passeio imperdível em Bruxelas em minha opinião é a degustação de cervejas! Fizemos no Delirium Pub, nome bem sugestivo não?! São muitas as opções de PUB e são muitos os preços de cervejas e degustação. Fica a seu critério escolher onde, quando e quantas cervejas.

De Bruxelas seguimos enfim para Cidade luz, a cidade do amor… Arrisca um palpite?! Ah Paris…! Chegamos ao final do dia em Paris, descansamos um pouco e a noite fizemos o passeio Paris Iluminada! SUPER RECOMENDO ESSE PASSEIO! Paris é linda e ponto! Mas a noite a magia ganha ainda mais força… ! Fizemos o tour pelos principais pontos da cidade, Louvre, Arco do Triunfo, Champs elysee. Mas me dei conta de fato que estava em paris quando olhei pela Janela do Ônibus em que estávamos e avistei-a… Torre Effeil! Linda, imponente e iluminada! Não tem preço… Sensação de borboletas no estomago… Emoção a mil…! Paris realmente mexe com a gente!

Ah Paris... Love!
Ah Paris… Love!
Obra de Antonio Canova - Psyche Revived, Musee du Louvre - Também conhecida como razão e moção. Minha favorita do Louvre. Sem dúvidas.
Obra de Antonio Canova – Psyche Revived, Musee du Louvre – Também conhecida como razão e moção. Minha favorita do Louvre. Sem dúvidas.

No dia seguinte começamos nossos passeios por Paris, vale frisar que qualquer caminhada pelas ruas de Paris é um passeio. Uma atração. Abaixo fotos dos belíssimos e imperdíveis Louvre e Versailles. Ambas são visitas obrigatórias na capital Francesa. No Louvre está a famosa Monalisa, e o quadro realmente é especial. Mas além disso existem várias outras obras tão belas e impressionantes quanto.

A vista de uma das janelas do Palácio de Versailles. Surreal de tanta beleza. Sem contar a aula de historia que é esse lugar.
A vista de uma das janelas do Palácio de Versailles. Surreal de tanta beleza. Sem contar a aula de história que é esse lugar.

Palácio de Versailles é a tradução de beleza e arte. Conhecer este patrimônio mundial da Unesco sem dúvidas vai levar sua imaginação a épocas de reis e rainhas e vai te fazer sonhar, nem que seja por um minuto, como seria viver dentro da história. Para ir a Versailles ( assim como ao Louvre) esteja preparado para andar, enfrentar algumas filas às vezes e esteja preparado para algumas das paisagens mais bonitas que seus olhos irão ver.

Após 3 dias em Paris o circuito da Lusanova chegou ao fim e me despedi desse grupo incrível com quem tive a oportunidade de dividir momentos incríveis! Foi ótimo conhecer vocês!!!

Nesta foto, somente os brasileiros do grupo! ! Mas a turma era bem diversificada e com muita gente legal!!
Nesta foto, somente  alguns dos brasileiros do grupo. Mas a turma era bem diversificada e com muita gente legal!!! Obrigada queridos pela companhia e pelas histórias vividas.

Um agradecimento especial a toda equipe Lusanova e Surland que surpreendeu em cada detalhe! A nossa guia Ana Cristina os meus sinceros agradecimentos!!! Um bom guia faz TODA diferença na viagem! E ela fez a diferença!!!

Nossa Guia maravilhosa - Ana Cristina (Criss <3 )
Nossa Guia maravilhosa – Ana Cristina(Crisss.)

 

Foi assim que conheci os primeiros 3 países da minha Eurotrip. A partir daqui, segui viagem com um novo formato. Que conto para vocês em um novo post.

Abaixo informações úteis, que eu espero que os ajude a montar sua viagem;

Como fui, onde fiquei, onde comi:

 

 

Voos BRASILIA X AMSTERDAM – TAP Portugal

Em minha opinião a opção mais barata (Ao menos quando eu comprei) e menos complicada para entrar na Europa, os vôos são via Lisboa. Pegue uma conexão de no mínimo 2h. Menos que isso não dá! Tinha 1h30 e perdi o vôo Lisboa x Amsterdam. Fiquei 5h esperando o próximo.

DICA: Compre os vôos entrando por um país e saindo por outro!!!! Acredite você não perde tempo, economiza em trecho interno e ganha tempo na viagem!!!

Hotéis:

Amsterdam: Coredon Hotel… Fica á 10 minutos do centro, tem ônibus próximo, café da manha incluso e muito bom. Hotel novo, aconchegante. Atendimento impecável. Amei e recomendo.

Brugges: Velotel, hotel mais simples porém com serviços ótimos! O jantar deste hotel é sensacional. Mas é um hotel para quem vai ficar apenas uma noite, como foi meu caso. Caso queira ficar um final de semana e aproveitar Brugges e seu romance, indico um hotel menor, com características mais românticas. No centrinho da cidade tem varias opções.

Bruxelas: Catalunia Brussels. No centro de Bruxelas, ao lado de uma parada de ônibus. Os quartos são pequenos, porém confortáveis. O banheiro é enorme. O ônibus de lá até o centro custa 2,50 euros. O taxi custou 9 Euros. Se estiver em grupo ou quiser comodidade indico o taxi na volta. Mas na ida vale pegar o ônibus para ter uma noção de localização e viver a experiência.

Paris: Ficamos no Mercure porte de versailles, como o nome já sugeri ele fica no bairro chamado de Porta de Versailles. Uma boa opção para quem quer estar em um ponto estratégico de localização. Tem uma estação de metrô na rua abaixo do hotel, pegando o metrô você chega a pontos como Louvre em menos de 10 minutos. O lobby do hotel e o restaurante são incríveis. Os quartos são bem espaços porém com cara de velha. Mas acomoda muito bem!

Restaurantes:

Amsterdam: AY Restaurant no Corendon Hotel – Preço não tão atrativo, mas os pratos são maravilhosos.

Voledam: De Koe – Preço justo – Wifi – free e fica no centro de Voledam.

Brugges: Como já disse o restaurante do Velotel foi onde jantamos em Brugges. Maravilhoso o Buffet. Mas na cidade existem muitos restaurantes charmosos, a luz de velas intimistas e bem a cara da cidade.

Bruxelas: Chez Leon. Fica no centro de Bruxelas, próximo as lojas e a praça onde fica o Grand Palace. O lugar é todo charme. Lá você pode provar desde os pratos típicos da cidade e provar a cerveja artesanal Leon, produzida lá mesmo desde 1893! Vale a pena! Dica: Peça a mouse de chocolate sobremesa, é divina.

Paris: Ah sem dúvidas meu restaurante favorito da viagem toda, CHEZ CLEMENT. O primeiro que fui foi o da Champs Elysees, onde fomos jantar após o passeio Paris Iluminada. O restaurante é incrível, conceituada em Paris e tem várias unidades na cidade. Tanto que no dia seguinte fomos ao Chez Clement da Saint Michel. San Michel tem de tudo, várias lojas locais e grandes nomes como SEPHORA e H&M, um bairro pitoresco e muito charmoso. Outra dica de restaurante em Paris é o Hippopotamus, também é muito conhecido por lá e tem unidades em alguns bairros, especialidade deles é churrasco!!! Tem uma proposta mais descontraída e um serviço impecável!

Passeios imperdíveis:

City tour em TODOS os lugares SEMPRE! É o que vai te situar e te fazer organizar melhor os seus próximos dias no local.

Amsterdam: Heinek Experiencie, Museu do Van Gogh, Casa da Ane Frank, Bar de Gelo e Barrio vermelho… Dizem que neste bairro você vai encontrar boas opções de lanche… Ótimas opções de  bolos sabe?! Fica a dica! 😉

Voledam: Vale à visita a cidade toda! É pequena, acolhedora tem bons restaurantes e cafés, e muitas lojinhas de souvenir.

La Haia: Onde fica o Palácio de Binnenhof. A sorte foi tanta neste dia que quando chegamos para visitar o Palácio o rei e a rainha estavam entrando no mesmo momento. Não  os vimos, mas vimos os carros, batedores e etc. Foi o mais perto que cheguei da realeza e já me senti parte deles! Brincadeiras a parte, é um sonho de castelo. Vale a visita!!! Na mesma cidade é possível conhecer o Palácio da Paz, exuberante e imponente como um castelo deve ser! Porque castelos nunca são demais não é mesmo?

Mark, Delf, Rotterdam: As três são pequenas cidades que são uma atração por si só. Você vai conhecer mais da historia da Holanda e do seu povo e vai apreciar paisagens belíssimas. Sempre é possível parar em um bom café para se aquecer tomar um bom chocolate e comer um delicioso waffles holandês, são os melhores!!!

Brugges: Fiz apenas um city tour e passeio noturno na cidade. Mas como já disse a vocês que a proposta da cidade é Love is the air, tudo que você fizer lá bem acompanhada (o) será bom!!! Enjoy it!

Gante: O passeio pela cidade já uma mega atração! Construções medievais, entre elas o Castelo do Conde (GRAVENSTEEN – CASTLE OF THE COUNTS) além de igrejas belíssimas, rodeadas por canais e é uma cidade super badalada! Cidade cheia de estudantes e o agito lá é all Day all night!!

Bruxelas: Como já disse a cidade em minha opinião é a mais animada e badalada! Então a dica aqui é FAÇA TUDO QUE PUDER em Bruxelas! Visite todos os pontos possíveis no seu planejamento, igrejas, palácios, lojas de chocolate (quanto mais melhor). Restaurantes, Hard Rock, PUBs e praças! E o mais importante, se for a sua praia prove TODAS as cervejas possíveis e converse com o máximo de pessoas que conseguir! Bruxelas é plural e única! Badalada e belíssima! Merece toda atenção!!!

Paris: Ah Paris… Tem que suspirar né minha gente, Paris é Paris. Dispensa apresentação! Cidade Luz, cidade do amor, cidade de arte e encanto. Completamente apaixonada por cada detalhe dessa cidade. O que fazer em Paris? TUDO que você puder. Uma simples caminhada pelas ruas te reserva surpresas maravilhosa. Os clássicos têm que ter de Paris são, Torre Eiffel, Palácio de Versailles e seus Jardins, Louvre, Jardins de Luxemburgo (depende da época da sua viagem. Este passeio é melhor na primavera Cruzeiro pelo Rio Sena, eu fiz o Bateaux Parisiens e super recomendo. Pare nos diversos cafés e bistrôs para um café, um chocolate quente, um crepe ou até mesmo um delicioso Macaron. Fazer um city tour te levara por um passeio pelos principais pontos incluindo Arco do Triunfo e a Champs Elysees. Volte a este dois lugares a noite,(Caso você não faça o Paris Iluminada) ficam ainda mais lindos. Outro passeio imperdível… Moulin Rouge! Que show!!!!! INCRIVEL! Cenário, figurinos, musicas, coreografias… Tudo é perfeito! Irreverente e encantador. Os ingressos são concorridos, não são baratos mas vale a pena. O champanhe é free durante todo o espetáculo que dura umas 2h30 mais ou menos e é um champanhe especial feito exclusivamente para o Moulin Rouge, só é possível tomar lá! Vale a pena! Paris, você ganhou meu coração!

Diquinhas:

Feche quantos passeios conseguir aqui no Brasil, antes de viajar. Você paga com mais facilidade, tem uma equipe lá para te receber, em alguns lugares não pega fila e tem um suporte sensacional que faz diferença e economiza seu tempo!

Não existe um valor exato de quanto levar, depende da sua viagem, do seu bolso, da sua necessidade. Mas como todos os amigos perguntam eu indico o seguinte planeje-se para ter ao menos de 80 a 100 euros por dia! Melhor sobrar né amores! O que os sites de viagem europeus indicam em sua maioria são 100 euros por dia.

Passaporte: É aquela velha informação sempre valida: Validade de pelo menos 6 meses até a data do retorno. Ex: Meu passaporte iria vencer em Junho de 2016, como retornei 5 de fevereiro de 2016 eu precisei renovar. Pra mais informações: http://www.pf.gov.br/servicos/passaporte

Vistos: Não precisei de vistos para visitar nenhum dos países, é assim na maioria dos países da Europa. É exigido apenas o seguro viagem obrigatório. Na duvida consulte o site  da embaixada do pais que deseja visitar ou peça ajuda ao seu agente de viagens.

Seguro Viagem: Galera, eles pedem! Se tem uma coisa que eles vão querer checar é isso! Ok? Logo não vacilem! Seguro é obrigatório e é uma segurança para você!! Não só quanto a emergências medicas, mas também em vários outros casos. Duvidas, fale comigo! 😉

Adaptador de tomada: Você vai precisar de um universal. Eu cometi o erro de esquecer em casa. Comprei um que usei na Holanda, Bélgica, França e Itália por 9 Euros. Mas chegando a Londres precisei de outro, lá tudo é diferente não só a moeda. Paguei 4 libras/pounds. Ou seja, dava para economizar uma graninha.

Economia: Ostentar em tempos de crise não da né? Logo a pergunta que mais ouvi dos amigos e colegas foi essa. Como você fez com o euro/libra tão alto. Como economizar. Primeiro opte por hotéis que tenham café! Se fechar circuito isso será fácil. Se for fechar por conta, lembre-se dessa dica. Acredite, vale a pena. Segundo vá uma mercadinho (tem em todos os lugares, quase um por rua ou mais) compre água, lanchinhos e macarrão instantâneo. Assim você economiza em alguns lanches e alguns jantares. Como fazer o macarrão?! Em todos os hotéis que fiquei tinha garrafa térmica com água para chá.  O que eu fazia…  Optava por pagar ingressos de atrações do que gastar com outras coisas. Metro era sempre o meu meio de transporte. E até o consumismo e a vaidade deixei um pouco de lado. Jantava um ou duas noites em restaurantes bacanas e em outra ou comia essa opção no hotel ou comia o bom e velho fast food. Em todos os países a media era de 4 ou 5 euros a famosa promoção do famoso restaurante amarelo e vermelho. Em Londres é possível ainda comer uma boa salada por 5 Libras/Pounds.

O que eu aprendi com essa viagem é que embora os roteiros sejam os mesmos nenhuma viagem é igual a outra, pois o viajante desenvolve sua maneira de viajar… E cada viagem se torna singular. O que eu vejo de uma forma você vê de outra, o que para mim é prioridade para você não é. E isso é incrível, o mundo é gigante e nós podemos vê-lo da nossa maneira. A única regra é, esteja com os olhos e o coração bem abertos.

Tem viagens para todos os bolsos e estilos. Da pra ir! Acredite em mim… Não fique esperando o momento certo, crie o momento certo! Viajar não é gastar é investir em você e na sua evolução.

Galera, por hora é isso! Outros posts virão, já disse que é muita historia pra contar!

Espero que gostem! Qualquer dúvida é só me perguntar.

Mais fotos  no instagram: @blogecosdoturismo e @crisevangelistas

Duvidas e conversas: Cristiana@ecos.tur.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 thoughts on “A Primeira Eurotrip – A gente não esquece!

  1. Show de bola. Fiquei com muita vontade de realizar uma aventura fantástica como essa. Excelentes dicas, um texto bacana e super convidativo. Gostei e vou recomendar para amigos que estão almejando uma Eurotrip. Desejo mais sucesso para Cristiana.

  2. Fico pessoalmente feliz por você ter tido a experiência de ir ao “velho mundo” e sair renovada!
    Obrigada por compartilhar suas experiências e dicas. São sempre válidas.
    Obrigada pelo entusiasmo e energia!

  3. Sensacional a matéria Cris!! Me senti fazendo o roteiro ao ler!!!
    Sonhar, trabalhar, planejar e VOAR!

  4. Que bom gosto Cristiana eu adorei essas suas palavras pareciam que estavam me convidando a cair nessa eurotrip. Me fez sonhar acordada de ter a possibilidade de programar realizar um desejo de uma viagem internacional. Achei o máximo!!!!! sensacional suas palavras e lindas suas fotos. AH!!!!! eu quero ir também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *