Topo
  >  Pôr do Sol e Poesia   >  O Poder dos Olhos – Alvaro Costa

O Poder dos Olhos

Cego dos olhos

Cego de ver

Mas não de expressar

O que a alma quer dizer

Cego de cor

Mas não de brilho

De uns olhos que falam

E as almas iluminam

Olhos nos olhos

Me vejo por ti

Espelhos da alma

Te vejo por ti

Quem sabe um dia

Eu possa escolher

Cegar-me teus olhos

E não vendo dizer

Tudo que sinto

Tudo que guardo

No camarim dessa vida

Meus amores meu fardo

por Álvaro Costa.

O Poder dos Olhos - Alvinho

Diretora da Ecos Turismo, formada em Administração de Empresas pela Newton Paiva BH. Pós Graduada em Turismo e Gestão Empresarial pela Universidade Católica de Brasília. Voceniana, Diamond, Practitioner. Viajante desde 20 dias de idade. Tem um diploma ainda da VASP, como tripulante mirim.

Poste um comentário