Quando você ouve alguém dizer que foi conhecer o Deserto do Atacama, tenha certeza, ele foi para a turística cidade de San Pedro de Atacama. Lindo, ok! Turístico, aos montes! Claro que vale conhecer, e ficará na sua memória eterna, impressionado por tamanha beleza, mas se você quer conhecer a real essência do Atacama, te convido a desembarcar em Copiapó – Chile, cidade pequena, ponto dormitório de mineradores, mas que esconde as mais belas e surpreendentes paisagens que meus olhos já puderam ver.

Eu cheguei por Santiago, peguei uma bela Dakota 4×4 e segui viagem até a 4° região do Chile, onde temos o Deserto mais árido do mundo. Claro que um bom GPS fez toda diferença, pois houve momentos em que seguir a rodovia pareceu coisa para mágico.

Estradas do Deserto do Atacama - Ch
 Estradas do Deserto do Atacama – Chile

A cidade de Copiapó abriga o Parque Nacional Pan de Azúcar, que é um lugar supreendente, em uma quebrada costeira de 800 metros de altura sobre a praia, e se mantem por uma nevoa que vem do oceano e humedece os cactos e arbustros baixos, chamada camanchaca, que se multiplicam entre rochas cores vibrantes, dando origem aos mais belos contrastes de cores do deserto.

Parque Nacional Pan de Azúcar - Chile
Parque Nacional Pan de Azúcar – Chile

O parque abarca quase 40 mil hectares que incluem a ilha Pan De Azúcar, os ilhotes Las Chatas e as formações de rocha Las Mariposas. Além de ser zona para a observação arqueológica, é possível passear perto de animais como raposas, vicunhas e a colônia de pinguins de Humboldt. ]

Você se sente nos cenários de filmes americanos, montados por artistas famosos, aonde quem escreve o roteiro é você.

Lugar de acalmar, meditar e se encantar com a beleza e a força que a natureza age sobre você.

Jardim da Camanchaca - Chile
         Jardim da Camanchaca – Chile

Depois de me paralisar vendo tanta beleza, e nutrida de um amor profundo, segui viagem até um lugar intensamente colorido, diferente, típico das cenas de cinema, Bahía Inglesa, a 80km de Copiapó, uma região de praia de areias brancas, mar azul turquesa, e a sensação que você está tão longe do mundo que conhecia, que vai querer ficar lá por só mais o restinho da vida.

Bahía Inglesa - Chile
                  Bahía Inglesa – Chile

Com “Micro Clima Brasileiro”, como eles gostam de chamar, no verão faz bastante calor (?), e a temperatura média é de 20°, e com várias praias onde você aproveitar no norte da baía a Praia Piscina, rodeada de rochas que forma tranquilas enseadas, 4 km ao sul está a praia Rocas Negras, onde é possível pescar, e 3km mais além, está a praia Las Machas, boa para nadar, pescar e fazer esportes náuticos. Em Bahía Cisne, na costa sul de Bahía Inglesa, é possível achar um bom vento para alguns esportes de vela o kitesurf.

Eu fui na primavera, na expectativa de ver a chuva no deserto. Ok, não chove muito, mas quem tem a oportunidade, verá uma explosão de cores e flores pelo deserto! Quem sabe no próximo ano?!

O fato é, sabe aqueles lugares que te fazem relembrar coisas que você ainda nem viveu? Louco, né? Mágico! Sentindo o entardecer chegar, a bruma leve vinda do mar, e o calor da terra a te esquentar, só é possível sentar, admirar e agradecer a oportunidade de ver, viver e sentir o deserto.

Bahía Inglesa - Chile
        Bahía Inglesa – Chile

 

 

 

3 thoughts on “Deserto do Atacama – muito além de San Pedro de Atacama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *