Que tal conhecer o Deserto Brasileiro? E foi assim que aceitei a proposta de viajar até os Lençois Maranhenses.
Olha, já conheci os maiores desertos do mundo, o Deserto do Saara (esse ainda terá um post só pra ele) e o Deserto do Atacama, (pode ler aqui), mas em nada essa região se parece com Deserto, além de ser banhada pelo Rio Preguiças, próxima ao mar, ela parece que foi desenhada com as 48 cores da Faber Castel.

Lagoa Bonita
Lagoa Bonita

Chegando em São Luis do Maranhão, de avião, você avista uma cidade histórica, não muito bem conservada e até mal tradada, mas o que você encontra depois faz valer.
Já no aeroporto e nos hotéis pela cidade, você é abordado por inúmeras agências que fazem o pacote para Barreirinhas, que é a cidade que sedia o Parque dos Lençois, mas para me resguardar de surpresas indesejadas, sai com tudo certo daqui e não me arrependo.
Como de costume nas minhas viagens, gosto de aventura, de viver o local onde estou, não de passar por eles, então Jotainquest, meu guia por lá, me ajudou a viver esse “deserto”. E lá, as Dunas e Lagoas mudam de lugar por causa do vento e chuva, então, no parque, só com guia.
Reservamos um Toyota 4×4, que mais parecia um “pau de arara”, e descobrimos a importância disso logo cedo.

4x4 pau de arara para aguentar o tranco!
4×4 pau de arara para aguentar o tranco!

Barreirinhas, é uma cidade minúscula, mas com certa estrutura para receber o turista, sem grandes opções, é só nosso ponto de partida.
No primeiro dia, eu que sempre saio cedo para os passeios, descobri que as 6:30 da manhã o padeiro ainda não acordou, logo, come o que tiver, separa algumas coisas na mochila, e pé na estrada, quer dizer, na areia.
O passeio tradicional, para você entrar no clima, é pegar a balsa no Rio Preguiças, passar uma uma estrada de areia e uns riozinhos e chegar na Lagoa Azul e Bonita. E ai, “pernas pra que te quero”! subir dunas não é para qualquer ser urbano não! E quando você enxerga as dunas amarelinhas e aquela lagoa azul…você acredita que Deus existe e, seguramente, mora por ali. Um paraíso!

Lagoa Azul
Lagoa Azul

Apesar de quente, cansativo, sem nem uma sombrinha para escorar, uma das mais belas visões que você terá na vida.
O dia termina cedo aqui, muito quente, muitas subidas nas dunas, o negócio é voltar cedo pra cidade, tomar um bom banho, comer uma pizza e descansar para o próximo passeio.

Subindo pelas Dunas dos Lençois Maranhenses
Subindo pelas Dunas dos Lençois Maranhenses

No dia seguinte, fomos pelo passeio no Rio Preguiças, gostoso de fazer, você chega até as lagoas menores, e se tiver muita sorte, cheias (eu tive! Peguei as Lagoas cheias, fui em março!). Paramos no restaurante do Caburé, cheio de macacos simpáticos e comida bem mais ou menos, e seguimos até um povoado chamado Mandacaru, que possui um farol onde lá em cima. Depois de subir 35m de escada, é possível ver o encontro do Rio com o mar. Bem bacana, logo na chegada vem aqueles meninos locais para serem seu guia e faturar um trocado, meu coração mole, sempre acaba parando para ouvir histórias e cantar com a moçada.

farol de madacaru - ma
Farol de Mandacaru

No terceiro dia, resolvi apostar na potência do 4×4 e fomos para Santo Amaro, um vilarejo, com menos infraestrutura que Barreirinhas, infinitamente menos turístico, difícil acesso de carro, acrescentado de pelo menos 1h de caminhada para chegar, e escandalosamente lindo! Lá estão as Lagoas Verde, que começam com o amarelo da areia, passam pelas bordas verde, e no meio ficam de um azul profundo! Olha as 48 cores ai gente!

48 cores dos Lençois Maranhenses
48 cores dos Lençois Maranhenses

Tá explicado porque a Jade da novela fez tanto sucesso aqui!

Voltando para São Luis, tentei pegar uma praia, comer o pastel com a maravilhosa geléia de pimenta, ver os famosos azulejos, e voltar para casa com a certeza de que poucos lugares vão te surpreender assim.

Praia do Calhau - São Luis do Maranhão
Praia do Calhau – São Luis do Maranhão

Um lugar de povo sofrido, mal tratado pelo tempo, mas com a certeza que Deus passou por ali, e pintou com seu pincel as mais belas cores.

2 thoughts on “As 48 cores dos Lençois Maranhenses

  1. Jotainquest? É engraçado.
    Maravilha de lugar. Ainda não conheço, mas sei que meus olhos ainda verão essas lindas cores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *